Rio, I miss you

outubro 27, 2010

O rio da minha infância, onde eu aprendi a nadar.
O rio da minha infância, que se esticava em seu leito, de janeiro a janeiro, com a calma dos monges.
O rio da minha infância está preso numa barragem, escravo de uma multinacional exportadora de batatas suculentas.

Anúncios

2 Respostas to “Rio, I miss you”

  1. Cris Q said

    Pensei no de janeiro. Afinal, minha infância era para ter sido lá. Assim, vale?

  2. pataqui said

    Vale. Vale tudo! Só nao valeu privatizar a Vale pq o RIO era doce! :-)))

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: